"Abc des maisons"

Quando vi este quadro, fiquei com muita vontade de o bordar...


Mas com outra intenção!


Já estão a ver o que daqui saiu. :)

"Gémeas!"

A minha amiga Isabel bordou com delicadeza e perfeição, dois lindos e deliciosos desenhos, para eu costurar peças ao meu inteiro agrado: uma para mim, outra para ela.
Depois de muito "moer a moleirinha" a inspiração e a motivação acabaram por ajudar-me a idealizar e a concretizar um projeto que agradaria às duas.
Fiz bolsas iguais para acolher dois conjuntos de agulhas de croché. Ambas tínhamos essas agulhas em estojos (de origem) que em nada condiziam com a categoria das mesmas - parecem guloseimas de tão lindas, coloridas e macias que são. :)
O bolso externo com pala de feltro, serve para guardar  "mimos que picam", sendo que o mais importante é o alfinete para colocar o fio ao ombro, enquanto "crochetamos" (fazemos croché, dessa maneira).
Não foi tarefa fácil, nem muito estimulante, confesso. Fazer peças em duplicado, não é deveras o que mais me agrada, mas... tinha de fazer o "sacrifício". 
Quando olho para as duas, encho-me de orgulho e de contentamento.
Sinto que valeu a pena o tempo, o investimento, a descoberta/aprendizagem, a persistência, a coragem, a tristeza/frustração (sim, quando na primeira tentativa, a "coisa" correu mal) e que, afinal, consigo sempre encontrar solução para algo que quero abraçar com o coração e realizar com convicção!
O registo fotográfico é exagerado, eu sei, mas não consigo excluir mais nenhuma foto. :)
Fica, também, um "cheirinho" do processo.

Bordado: Veronique Enginger

Meias de março ou nem por isso

A Rosário deste blogue, lançou um desafio/concurso: tricotar meias em março! Ou seja, começar e terminar meias durante este mês. 
No final, haverá um sorteio e a vencedora ganhará uns mimos oferecidos pela autora do desafio.
A mim, mais do que o concurso em si, interessou-me a "brincadeira" e o convívio que se gera em torno de pessoas que adoram tricotar meias. Por isso, resolvi participar.

Se vou passar o mês a fazer só meias? Claro que não! Não sou capaz. As outras agulhas "chamam por mim" e não quero correr o risco de substituir o prazer pelo dever. Farei ao meu ritmo, dependendo do tempo e da disposição, como sempre fiz. :)

Sendo assim e enquanto as meias de março avançam nas agulhas (e dessas, falarei/mostrarei mais tarde), deixo-vos estes três pares de meias prontinhos a estrear.
Os dois primeiros são para mim! :)